.....

Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2005

Gente Perdida

Embrenhada nas pesquisas que me perseguem quase não prestava atenção à música que entretanto havia colocado no leitor de cd's. No entanto houve uma faixa que me despertou a atenção. Engraçado.. nunca lhe havia dado este sentido... foi como se a ouvisse pela 1ª vez. Não resisti a colocá-la aqui.

Eu fui devagarinho
com medo de falhar
não fosse esse o caminho certo
para te encontrar
fui descobrindo devagar
cada sorriso teu
fui aprendendo a procurar
por entre sonhos meus

eu fui assim chegando
sem entender porquê
já foram tantas vezes tantas
assim como esta vez
mas é mais fundo o teu olhar
mais do que eu sei dizer
é um abrigo pra voltar
ou um mar pra me perder

lá for a o vento
nem sempre sabe a liberdade
a gente finge
mas sabe que não é verdade
foge ao vazio
enquanto brinda, dança e salta
eu trago-te comigo
e sinto tanto, tanto a tua falta

eu fui entrando pouco a pouco
abria a porta e vi
que havia lume aceso
e um lugar pra mim
quase me assusta descobrir
que foi este sabor
que a vida inteira procurei
entre a paixão e a dor

lá for a o vento
nem sempre sabe a liberdade
gente perdida
balança entre o sonho e a verdade
foge ao vazio
enquanto brinda, dança e salta
eu trago-te comigo
e sinto tanto, tanto a tua falta

lá for a o vento
nem sempre sabe a liberdade
a gente finge
mas sabe que não é verdade
foge ao vazio
enquanto bebe, dança e ri
eu trago-te comigo
e guardo este abraço só para ti

Mafalda veiga


Dedico esta música a alguém que "trago comigo.."

Erótica


publicado por Pontog às 14:45
link do post | Dedos Marotos | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 6 de Dezembro de 2005 às 12:23
Há um silêncio medido
que decresce, interrompido
por uma chuva noturna e grossa.
Há pneus passando
logo em frente desta porta.
São chiados transitórios de trânsito,
que cortam em partes esta noite.
Há uma memória de beija-flor
visto pela tarde
conectando inquietos pensamentos.
Há sementes de girassóis,
para eu plantar, só para te contar.
Há orquideas esquecidas nos xaxins
bebendo águas em gotas.
Há uma rua tão calada,
cães que agora não ladram,
televisões desligadas.
Há uma mulher sem sono
em cama macia e quente
e há um amor ausente...

gostei mt do teu blog..ta mt interesante e tem imagens mt bonitas
espero por ti no meu tambem
http://fantasyas.blogs.sapo.pt
deixa la a tua fantasya =)marta
(http://fantasyas.blogs.sapo.pt)
(mailto:marta_ribeiro21@hotmail.com)


Dedos Marotos

..

Imagem(037).jpg

.Mais sobre Nós

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28


.Posts recentes

. Regressei (acho..)

. Vem aí o Natal...! Ho!Ho!...

. Catálogo púbicus! (perdão...

. Voltei...

. To whom it may concern...

. Os sonsos...

. Dia do Egoísmo (Reposição...

. A história D'el feijão má...

. Feliz Aniversário, Kiinky...

. O primeiro beijo

.Preliminares

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.tags

. todas as tags

..

eXTReMe Tracker

.Interesses Especificus

SAPO Blogs

.subscrever feeds