Sábado, 16 de Abril de 2005

Ainda continuação

- Ó linguiça, ninguém morre por sangrar do nariz! – A ironia misturava-se com as gargalhadas. – No teu caso, na volta morres é se não te assoares depressa e nos sujares a alcatifa.
- São ambas verdadeiramente insuportáveis! Manhosas! Malvadas! Biltres! Tratantes!
Surpreendentemente ambas me olhavam com um carinho patético.
Uma delas de tanto rir descuidou-se. O estrondo foi de tal intensidade que até o prédio abanou.
- Esse era jactancioso. – Pelo menos cioso de se fazer notado isso era. - E deve ter vindo com molho não, Fetiche?
- Não fui eu! – Ainda se fingia de ofendida. Pois sim.
A Erótica antes sequer de me dirigir a ela, disse:
- Não olhem para mim, o ruído pode ter vindo daqui, mas não fui eu.
O certo é que o fanfarrão, tinha um cheiro fétido. E por pouco não me intoxicou. Fugimos do escritório mas o cheiro veio atrás. Palpita-me que a Fetiche sofre de flatulência, ou de um problema qualquer nos intestinos. Para que nunca nos faltasse dos seus gases devia andar sempre munida destes. Volta e meia farejava o ar e sorria de pura felicidade.
Na sala trataram-me como se fosse parte da sala. Tudo o que tinha feito estava já aparentemente esquecido. Apresentaram-me como o Gloria-Patri Kinky ao pequeno grupo que já estava sentado. Ergueram-se em gesto de vassalagem e cumprimentaram-me entusiasticamente. Mal todos se tinham acomodado, a sopa foi servida. Declinei a sopa de urina. Sou gajo para desconfiar de casas de banho tão imaculadas especialmente se a este cenário se juntar a falta de água. Para mim aquela sopa era no mínimo suspeita.
Á minha frente estava sentada a Erótica Dos Tiques Que Se Fodam Os Gajos ao lado dela o gajo de olhos castanhos que tinha ficado a chuchar no dedo. Sorri para o gajo ainda a lembrar-me do ver todo excitado. Fez-me uma carranca em resposta. Ao lado dele estava sentada a Pica-Pau Morena Meia Cana Papa-Açordas Inch(Ada) Dos Traques Que Não Se Permite Dar. Reparei como elas deslizavam a mão para as pernas do colosso. Pensei que seria melhor não ver o que se passava por debaixo da mesa ou ainda ficava escandalizado. Ao meu lado estava um quadrúpede e uma gallina. Nos extremos das mesa, um Minotauro e uma Vénus de willendorf. A conversa era supérflua a comida intragável. As duas criaturas divertiam-se a acariciar o brinquedo que estava entre elas.
Não retive nada do que se conversava, mas detive-me na expressão das minhas vizinhas. Pela primeira vez reparei como pareciam cansadas, esgotadas. Completamente saturadas do que as rodeavam. As mãos mexiam-se automaticamente, deviam estar a fazer massagens ao brinquedo. Ora massajava uma, ora massajava a outra. Era um gesto mecânico, automatizado. O gajo, o tal que ficou a chuchar parecia completamente consolado.
- O que é isto? – A Vénus de Willendorf, depois de um ataque de tosse cuspiu um pedaço de tomate e um cabelo.
Aquele cabelo pertenceria à floresta do meu alarve? Devia pertencer. Pobrezinho onde ele acabou. Paz à sua alma.
- Uma das duas anda a perder cabelo. - Disse a Vénus, já novamente a servir-se de nova dose de salada.
Por acaso nem perdia grandes cabelos daquela zona. Mas depois de coçar as alarvidades, era natural que alguns viessem agarrados aos dedos. Virei a cara enojado. Com um pouco de azar e calhava-lhe outro pintelho meu. Mal-empregados.
A erótica e a Fetiche necessitavam de um resguardo. Falavam de boca aberta e a comida voava para cima de tudo. Babavam-se, a comida escorria pelos cantos dos lábios.

publicado por Pontog às 09:35
link do post | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.Mais sobre Nós

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28


.Posts recentes

. Regressei (acho..)

. Vem aí o Natal...! Ho!Ho!...

. Catálogo púbicus! (perdão...

. Voltei...

. To whom it may concern...

. Os sonsos...

. Dia do Egoísmo (Reposição...

. A história D'el feijão má...

. Feliz Aniversário, Kiinky...

. O primeiro beijo

.Preliminares

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.tags

. todas as tags

.Interesses Especificus

SAPO Blogs

.subscrever feeds