Sexta-feira, 3 de Junho de 2005

Lágrimas...

Tenho estado muito caladinha, pois.... Mentiria se dissesse que é devido à preocupação em alterar algumas coisas no blog. Claro que também tenho tido essa preocupação, mas isso não me impede de escrever …
Li, ontem, um post num blog onde gosto de cuscar (http://bizaazul.blogspot.com ) que me deixou a pensar… deixa sempre :)

Quem nunca chorou por um Amor? Quem nunca passou uma noite de insónia devido à ausência de alguém querido? Devido à saudade…
A saudade dói… eu sei!
No entanto, as lágrimas que deixamos correr podem marcar o final de um ciclo… e daí partirmos para o reencontro com nossa a essência. Não temos que obrigatoriamente ter um “amor” para nos encontrarmos. Para nos sentirmos em paz…
Eu sei que quando não estamos bem, a tendência é recordar os momentos felizes do passado… e chorar…
Eu sei que não é fácil, mas há que fazer o esforço.
No dia em que finalmente nos sentirmos bem connosco, sentiremos também com os outros, e novas portas se abrirão… ou as mesmas, quiçá.
Tudo tem um timing, temos que o saber reconhecer…
A vida é curta demais para nos prendermos em pensamentos negativos. Há que saber dar o tal murro na mesa e fazer pelo futuro… Não percamos tempo demais a chorar…

A memória manter-se-à… nós mudaremos, para melhor :)

Não vou desenvolver o tema… hoje, tal como tem vindo a acontecer, não estou de muitas palavras… mas a ideia ficou :)

(Tinha que o escrever… era longo demais para o deixar num comentário.)


Fiquem bem,
Tenham uma noite descansada e… não esqueçam, sejam felizes ;-)

Erótica

publicado por Pontog às 02:06
link do post | Dedos Marotos | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 8 de Junho de 2005 às 16:37
Beijinho, Art :)Erotica
</a>
(mailto:Eroticaa@sapo.pt)


De Anónimo a 3 de Junho de 2005 às 22:30
Erotica,
Obrigado pela atenção e destaque que dás ao "About Last Night".
Andando pelo blog, tu estás a mexer no meu passado, a ler coisas antigas já marcadas pelo tempo.
Gostaria de te confessar que o que les lá no blog são momentos de saudade, e há lágrimas de amor.
São coisas que não se esquece, que não dá para esconder, verdades sobre tudo o que se passou na minha vida.
Com essas lembranças tenho que viver, mesmo quando eu não me quero lembrar delas.
O amor deixa momentos inesqueciveis no mais intimo de cada um de nós.
Por isso é bom recordar esses momentos que fizeram parte da minha vida.
Há bons e maus momentos,mas no fim de tudo o importante é terem sido vividos.
Beijinhos.Art Of Love
(http://bizaazul.blogspot.com)
(mailto:bizazzul@iol.pt)


Dedos Marotos