.....

Quinta-feira, 23 de Junho de 2005

Aviso: CUIDADO! LAMECHICE PURA! ( hoje aguentem-me que é mesmo assim)

Pois é, pois é…
Dia assim memorável, porque o mundo não seria o mesmo sem mim. Pelo menos o mundo de alguns que conheço, têm-me dito hoje. Concordo. Que seriam eles sem uns cabelitos brancos, sem rugas de expressão de maior, ou a cabeça em água ocasionalmente…? Mas não, tiveram-me de aturar, calhei-lhes na linha da vida, por isso muitos resignaram-se, depois de terem tentado cortar a própria mão onde vinha a sina marcada…ehehhe
Aos amigos…Hoje dedico-lhes o dia. Merecem. Rendo homenagem a todos aqueles que passaram, ou ficaram na minha vida. A todos que me fizeram sentir, pelo toque que surgiu, ou pelo toque que por ter ficado por acontecer, virou marca. A todos que lhe deram valor. O valor que ela tem hoje. Que sempre teve. A essas pessoas devo o que sou hoje, ou pelo menos reconheço, sem dívidas. Reconhecimento.
Sobretudo as que fizeram o ano que passou e o qual se comemora hoje, especial. O preencheram. Fazem-no todos os dias, pois estão à distância de um pensamento. Vou tentar explicar o que eles têm de aguentar aqui da Je e as coisas com que têm de lidar…
Porque eu sou assim: a teimosia que não me deixa desistir, a força de me sustêm, o sorriso que se assume, a alegria que se apodera. Porque sou também a complicação que surge, com a simplicidade que se resolve. A praticabilidade que dá jeito, mas a solidariedade que diz presente. Sou o mau humor que é da mesma dimensão e tamanho que o bom. Sou a paciência para o gesto. Sou a intolerância pelo desrespeito. Sou a esquisita a quem é difícil comprar prenda, mas que calmamente vos explica que a maior prenda é a vossa presença: vocês. Sou sentir que se exprime. O mau feitio e o bicho – do – mato que quando não gosta, não gosta e não esconde. Sou a implicância com o deve ser. Sou o mexer de café ao contrário que gosta de ser. A provocadora que rejubila com reacções. Ombro e guardadora do que contas e passa ser meu também. A intuição que te reconhece. A que olha o céu contigo e tenta ver o desenho que a nuvem forma ao rasgar o céu. Sou a perversa que agita, a agarrada que te irrita por vezes, opinião partilhada… A maluca que faz com que te perguntes se existe realmente uma pessoa assim…ahahaha…sou a ideia peregrina que te faz soltar um: como é possível?! És terrível!” (e com razão, aviso já!). A que “leva tudo à frente” quando vê o que não devia ver… Hotel fantasma e ilha, reconhecida… mas também construtora… bom e agora é melhor calar-me de falar sobre mim, que tudo o que eu diga, pode ser vir contra mim…bla …bla …xiça, acho que sofro de algo relacionado com a exposição prolongada a séries de culto americanizadas…adiante!
Estou por ti, amigo. Agora e sempre…Espero por ti amigo.
Tu, amigo, és afecto que não pede licença. São as medalhas no meu peito.
É assim que sou e que tenho para oferecer. Ao mérito que quem o conquista, sou a generosidade que retribuo. Sou a exigência com o que te dou.
Amigo neste dia és o especial, permites-te a partilha. És o sol que brilha e aquece…o cais que sem muitas vezes notares, atraco. És um porto seguro, mesmo que não penses assim. És com quem me permito ser mais. És sinónimo de benção, crença e de sentimento. És tu que és valor inestimável. És chapéu quando o sol está quente e se faz sentir abrasador me cedes sombra…és manta quentinha, que me chega em dias de Inverno. És lareira que se acende e acolhe. És presença. És sorriso partilhado e beijo retribuído. És abraço que cura. Carinho que não se promete, acontece. És ponte para ilha… És fé.
Hoje sou tudo o que vocês viram em mim, e sou tudo o que em mim surgiu.
Quero ser mais e melhor….por mim e para ti…keep yourself arround… e o meu MUITO OBRIGADO! Pela compreensão pura, o conhecimento e o entendimento que me dispensas… agora e sempre: ÉS TU O ESPECIAL, AMIGO! E já agora de reconhecido bom gosto, pois afinal de contas seja destino ou seja lá o que for… soubemos encontrarmo-nos. Eheheheh…afinal, se dizem que se Deus nos deu a família, mas os amigos nós escolhemos, pensa assim: - Xiça, podia ter-me calhado pior, ser família!! ( ahahha) ou seja, há sempre um lado positivo que nos leva a encarar a vida com mais esperança… ;-P (ihihi)


SeeUArround e afins... ;-)


publicado por Pontog às 10:15
link do post | Dedos Marotos | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 27 de Junho de 2005 às 01:06
O mundo não seria o mesmo sem ti? Isso fez-me lembrar uma frase que diz mais ou menos assim: "As pessoas entram por acaso na minha vida...Mas não é por acaso que elas permanecem...". Gostei da tua homenagem aos amigos,é sempre bonito ver textos dedicados a pessoas que são tão especiais na nossa vida,mas que por vezes até parece que nos esquecemos disso.Há pouco tempo também fiz uma pequena homenagem aos meus amigos lá no meu blog.
Boa semana.
Bjs. Art Of Love
(http://bizaazul.blogspot.com)
(mailto:bizaazul@iol.pt)


De Anónimo a 26 de Junho de 2005 às 14:11
Amigos.....adorei o teu texto...acho muito bem dedicar um texto a aqueles que nunca nos negam nada...os verdadeiros amigos...bjss fica bempatrick
(http://guerradsexos.blogspot.com/)
(mailto:arqpatricio.bernardes@sapo.pt)


Dedos Marotos

..

Imagem(037).jpg

.Mais sobre Nós

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28


.Posts recentes

. Regressei (acho..)

. Vem aí o Natal...! Ho!Ho!...

. Catálogo púbicus! (perdão...

. Voltei...

. To whom it may concern...

. Os sonsos...

. Dia do Egoísmo (Reposição...

. A história D'el feijão má...

. Feliz Aniversário, Kiinky...

. O primeiro beijo

.Preliminares

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.tags

. todas as tags

..

eXTReMe Tracker

.Interesses Especificus

SAPO Blogs

.subscrever feeds