Quarta-feira, 15 de Junho de 2005

Kiinky Rock’s – ou a Noite Ibiza… ( história do conhecimento, parte...sei lá!)


Depois das confidências, havia que ir tomar um copo… ou dois, ou três. O que bem nos apetecesse e desse na real gana…Tal foram a natureza das confissões….
A decisão da saída foi tomada pelos três depois do episódio do Kiinky espojado no sofá a disfarçar mal os traques que me acusava de reprimir e que ele não se coibiu de disfarçar. Coitado do sofá! Parecia a fanfarra dos bombeiros com tanto traque.
Seria a nossa primeira saída conjunta. E depois das confissões fomos espairecer, que bem se precisava. Havia entusiasmo!
O Puto - Que - Traqueava - Desenfreadamente ficou animado e queria empiriquitar-se todo. Demorou um tempão a preparar-se. Pediu até, maquilhagem emprestada. Mas finalmente convencemo-lo a tomar banho e a mudar de roupa! Afinal, ele queria-nos levar a um bar especial para ele…ou como quem diz ir ver um amigo - colorido em quem estava interessado.
Nome do bar: Belisca. ( o panfleto promocional dizia: Belisca se te atreves, que eu gosto”). Sugestivo. Aliás vindo do Lingrinhas, só podia.
Uma autêntica sala de ajuntamento de fumo, de cigarros de legalidade duvidosa. Fiquei de pé atrás quando vi a excitação do Puto, que chamou a atenção do empregado “amigo” com um aceno que mais fazia lembrar o cumprimento da rainha de Inglaterra. O “amigo” aproximou-se e selaram no encontro com um apalpão.
A Erótica olhou para mim e...rimo-nos. Tentei que fosse de modo discreto. Não consegui.
Antes que fosse brindada com cumprimento igual, adiantei-me e estiquei a mão e disse olá.
Naquele bar parecia que a linguagem era de sinais de fumo, bem como cheia de alguns índios, que destilavam algumas penas.
Sentámo-nos no canto. Os bancos e mesas pareciam o antigo Alcântara-mar… em vermelho. Com alguns dourados… candelabros e assim… estava para ver como eram os WC… teriam fraldário, ou bancada? …Adiante…
Havia música e o corpinho do Lingrinhas passou do rebolar, para o bambolear… começou a menear-se em trejeitos com alguma desenvoltura. Pior, acompanhava a música com gritinhos de Michael Jackson, estava aliás a ver quando é que a criatura sacava se uma esticada de perna e se agarrava a …er…certas partes com um “ ó Yeah”.
Baixou-lhe uma mescla de Britney Spears com o Madonna e Michael Jackson, ou seja, loiro, fashion victim e…er…branco (?)… com Yeah… Saracoteava-se…
Bela mesa, sorte foi que não lhe deu para subir para ela, para realizar um table dance para o empregado. Após o pedido da bebida… voltámos a falar.
-Hum…-dizia o Puto – Traqueador ao olhar para o rabiosque do amigo.
- Se decidires atacar de proa avisa, que mandamos os salva vidas… - não resisti em provocar.
- Ó Erótica, olha ela… - disse em sinal de queixume…e fez beicinho.
-Euuu? Queixinhas!- e controlei mais uma vez o riso.
- Ó pá, vocês não comecem! – pediu de modo pachorrento a Eros.
E rimos. Os três.
O pezinho da Eros agitava-se em sinal de sentir a música. O Puto agitava-se todo, parecia a gelatina…há espera. Deglutia pipocas salgadas e consequentemente ficava extraordinariamente sedento… pediu cerveja para tentar dar arrotos sonoros. ( por esta altura percebi que gases era com ele…). Estava gaseado.
Pegou na caixa de fósforos e começou a utilizá-los para fazer desenhos com os mesmos, no tampo da mesa. O que escolheu fazer? Duas linhas paralelas, iguais e formavam….carris. Estava o Puto na construção e eu, sem pedir licença passei a mão e espalhei os fósforos, destruindo a formação exacta e deixando-os completamento espalhados…
Olhou para mim, boquiaberto com a minha audácia. Retorqui o olhar, mas calmamente disse:
- Carris não… pontes. Constrói antes, pontes… continua a construção, muda é de obra.
Continua… - E sorri.
Vi-lhe os olhos brilharem. Retribuiu-me o sorriso. Coloquei-lhe a mão no ombro e levantei-me. Fui ao balcão e deixei-o o ali, sentado, com os fósforos. Alternava o olhar entre a própria mão com fósforos e a minha ida ao bar… Continuava a sorrir.
Gosto do Puto… é indesmentível. Este era o pensamento que me acompanhava até ao empregado…
Fui requerer uma nova dose… agora começariam os shots… mais tempo e conversa pegada.

SeeUArround e afins ;-)


publicado por Pontog às 19:13
link do post | Dedos Marotos | favorito
Segunda-feira, 13 de Junho de 2005

Musicalidades

Eu sei Fetiche, vais estranhar o post ;) não poderia deixar de publicar algo que tanto significado teve para mim ... Afinal este blog é a "nossa casa" certo? Tudo o que aqui temos colocado é algo de muito precioso e tem muito a ver connosco. Ora bem, este texto é uma preciosidade ... e mais não digo!

Não! Não vou escrever um texto lamechas. Essa fase já passou (lol) e espero, muito sinceramente que não se repita :)

Vou limitar-me a colocar o teu texto. O texto que me ofereceste hoje e que tão bem relaciona uma fase da minha vida (ou a minha vida...) com as "minhas" musicas...

colcheia.jpg
“What a wonderful World” (Luís Armstrong) disso, não tenho dúvidas! Sei e assumo isso mesmo perante mim e a quem me conhece (-ou a quem faz questão nisso), se bem que por vezes se assemelha a um “Circo De Feras” ( Xutos e Pontapés). São momentos.
Quando te conheci vislumbrava-te como um “Homem do Leme” ( Xutos e Pontapés), o senhor do teu próprio destino: nem mais, nem menos. ( Enganei-me…) Eu, para ti? Penso que era o teu verdadeiro “Angel” ( Sarah McLachlan).
Olhavas para mim e exclamavas: “és um delírio”! ( Santamaria).
Ambos ficámos “Crazy” (Diana Krall), desnecessário será dizer agora, mas não tenho porque não assumi-lo. Mas desconheço em mim a vontade inata de ser uma “Born to Try”( Delta Goodrem).
“Estranha forma de Vida” (Amália)? Talvez…
O tempo, o nosso tempo fomos marcando. Conheço “Cada Lugar teu” (Mafalda Veiga) e tu meu.
Levantaste “Poeira” (Ivete Sangalo) na minha vida e “Se eu não te amasse tanto assim” (Ivete Sangalo) tinha arranjado modo de te prender, mas: isso seria anular-te e não respeitar o que amo.
Despedi-me então, com um “Think of Me” (Phantom of the Ópera), mas não deixei margem para qualquer dúvida: “Come What may” (Ewan MacGregor e Nicole Kidman).
Hoje, de quando em vez, solto um suspiro que forma no ar um “Wish you were here” (Pink Floyd).
“Não sei quem te perdeu” (Pedro Abrunhosa) … mas tive sorte em te encontrar, pois foi o modo de me encontrar também.
Apesar de (na altura) sentir o meu “Coração de Papelão” (Carlos Paião) em dia de uma chuvada e sem ter como protegê-lo, a nossa história soou sempre aos mais belos “Versos de Amor” (Carlos Paião) e só tenho a acrescentar o meu Obrigado por me teres feito sentir uma “Cinderela” (Carlos Paião) e tê-lo de facto sido.
Pensei que para mim era o “Fim do Mundo” (Ala dos Namorados), “Confesso” (Amália) … mas também quero chegar ao balanço dos deves e haveres, não em dúvida para comigo mesma e chegar à conclusão:”Valeu a Pena” (Maria da Fé).
E assim foi…agora sorrio porque aconteceu, não porque acabou, como alguém disse algures… E sinto-me preparada para querer e merecer mais, ser enfim, um pouco egoísta para ser feliz.

(Fetiche)


Cá está ele em lugar de destaque. Ficou lindinho não acham?


Obrigada Fetiche, beijinhos... muitos.


Até breve

Fiquem bem e não esqueçam… Sejam felizes ;-)

Erótica

* Kinky? Continuamos à espera do início do 2º capitulo ;) beijinhos


publicado por Pontog às 02:23
link do post | Dedos Marotos | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 9 de Junho de 2005

Casado Traído Procura Vingança


Dia normal, para uma vida normal, de um gajo com uma vida filha putice - pois, adivinharam –de NORMAL!
Bah…
A minha mulher traiu-me…!
Foda-se, acontece-me tudo!
Mas é que sou mesmo um desgraçado, disso não tenham dúvidas!
É pá, eu não merecia isto! Sou um gajo….normal…! Comum!
Até me porto bem…não olho para outras gajas, ok a secretária do João é excepção, mas porra pá um gajo não é de ferro e ela é cá um naco…- porra pá! Mas isto é a excepção! Sou cumpridor, respeito horas…até lhe digo que está bem, magra, que o vestido ou seja lá o que for lhe cai bem, quando me pergunta…ok ok…é certo que a maior parte das vezes respondo sem olhar…mas caraças, ela até estava igual a ontem…! Igual, igualzinha não…mas ok, eu também não…e não é por isso que pergunto…!
Mas continuando…
Foda-se pá! Ganho bem, saio cedo… até a levo a jantar às vezes, gosto da minha bola e da playstation. Sou um gajo simples!
Mas não era motivo para isto…! Afinal de contas, até a levo ao cinema!!
Não merecia, palavra que não merecia…! Até lhe dei um carro novo o ano passado!
Foda-se, não merecia…!
Vou-me vingar!
Arranjar a primeira gaja e fodê-la até ela pedir clemência! Fazer-lhe tudo o que a atadinha não quis fazer comigo…e foi a dar a quem?? O Paulo!
Para que raio ela tinha de me trair?! Porra!
E logo com o Paulo! Filho de uma granda puta o Paulo! A fazer-se à minha mulher…! Mesmo nas minhas barbas…! Só de pensar no que fizeram me deixa doente…! Que vómitos…! E como é que a minha mulher vai na conversa de um choninhas daqueles pá? Está habituada a bem melhor! Hei! Nada de dúvidas, eu sou MESMO melhor!
É que é de andar de cavalo para burro…mas é que nem há dúvidas!
Uma grandessíssima merda é o que isto é!!
Xiiiiiiiii…! O pior, é o gajo que tem os bilhetes cativos para os jogos do Benfica…! Como é que eu vou fazer isto? Gand’azar! Aliás…! Se não me engano o cabrão ainda não me devolveu o dvd com o filme da Cicciolina que levou, ganda cabrão! Não se pode confiar em gajos assim! Que não devolvem as coisas mais preciosas de um gajo!
E Eu que Adorava a minha vida Filha Putice de Normal…
O que um gajo tem de passar para dar valor a uma vida filha putice de normal!!
Devia ter arranjado uma gaja cega, manca ou burra…ao menos não era corno!
Foda-se, sou burro!


P.S. a mim mesmo- Ah!Tenho de reaver o mais importante…! Tenho mesmo que lhe pedir o dvd… dessa o cabrão não se safa…!


SeeUArround, e afins... ;)

Fetiche

publicado por Pontog às 20:00
link do post | Dedos Marotos | ver comentários (2) | favorito

YESSSSSSSSS

Finalmente consegui :)))

Que belo inicio de fim de semana ...


Fiquem bem, um óptimo fim de semana para todos

Erotica muiiiito contente

Crazyyyyyyyyyyyyyyyyyyy i go crazyyy lailai laiiiiii

publicado por Pontog às 16:37
link do post | Dedos Marotos | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 6 de Junho de 2005

Upaaaa

E ele cai … cai e torna a cair. E cada vez que se vê ali estatelado, olha para mim com olhar suplicante … “upa-me please!”…. e eu, qual coração de manteiga derretida, estendo a mão numa tentativa renovada de o upar…
Esforço vão. Minutos depois, lá está ele… no chão, novamente.
Mas o homem bebe? Não se consegue aguentar firme durante 5 minutos? Que coisa, penso eu com os músculos doridos de tanto esforço.
“ O teu upaaa tira-me do sério” afirma, com um sorriso maroto…
Olhameste!!!! Mas que raio de efeito lhe fará o meu upa? Do chão não passa... às tantas ainda quer upar algum membro dormente… sei lá…
Se a Fetiche assistisse a estas cenas, não resistiria a acrescentar “upalala!!!” Qual Sinhozinho… E a soltar uma das suas habituais gargalhadas. (saudadinhas Fetiche… nunca mais acabam as férias…)
Ainda não passaram dois minutos quando oiço um novo lamento…. “Aiiiiiiii!!!” Foi desta, pensei, partiu-se todo… mas pensei mal… “então não dizes??? Podes dizer… diz… “ suplica..
hmmmm o que ele quer sei eu. Ó se sei!!!
Upaaaaa … ;)

Até breve

Fiquem bem e não esqueçam… Sejam felizes ;-)

Erótica

P.S. Quem caiu hoje sei eu … estou sem net há horas… grrrrrrrrrrrr
Alguém me upa? lol



publicado por Pontog às 19:33
link do post | Dedos Marotos | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 3 de Junho de 2005

(Des) Existência

Vejo-te aí esperando e querendo mais de mim e eu tudo o que consigo fazer é…tentar…
O teu amor e afecto comovem-me, mas não consigo ter para te dar, o que precisas, o que mereces…
Tento, mas não me sinto a tentar o suficiente, ou sinto que tento demais…demais para que te dê o que precisas…mas o que precisas e sempre precisaste era a sinceridade do meu amor, do meu afecto…que ele fosse teu genuíno e naturalmente, como merecias, como eu merecia, como eu quis dar e não consegui…
És um ser humano especial e eu sinto-me por vezes indigna por não conseguir corresponder, ou porque o “tentar” faz com que me sinta a enganar, anti-natural…
Tu não mereces, eu não mereço…porque nem sou má pessoa, acho, não, tenho a certeza que não sou, mas o não conseguir gostar de ti, amar-te como mereces, faz com que me comece a duvidar se sou…se sou boa pessoa, se mereço… ou o que se passa comigo por não conseguir amar uma pessoa boa, verdadeiramente boa…
Começo a sentir-me penalizada por sentir isto, quando olhas para mim com todo o afecto e amor que me dedicas…
Começo a duvidar de mim, e que tenha capacidades de amar alguém…
Ou que o mereça…
Isto não nos está a fazer bem...a me fazer bem, sinto-me a enganar-te e sobretudo a enganar-me…
Nenhum merece…
Mas todos merecemos, acreditar, amar, realizar….tudo…
Preciso de acreditar….e estar aqui, agora, faz com que cada dia acredite menos, realize menos, me sinta merecedora de menos…
Começo a penalizar-me por existir, ou na volta nem existo, não assim…assim é uma inexistência que começa a ser demasiado pesada...a tomar uma grande e demasiado espaço dentro de mim…O estado de dormência em que vivi até agora, hoje já não me serve…
Nunca devia ter servido, existido, co-existido, se instalado…
Mas não é tarde…
Para mim.
Para ti.
(engraçado reparo agora que consegui desde à muito pensar em mim primeiro…fazer-me parte da equação e tomar o lugar que me pertencia, em mim…)
São mudanças, caminhos, possibilidades…presentes.
E este Presente é meu, e está na hora de o assumir, de me assumir…
Não desisto…
…Não de mim…
…Não de ser…
…Não de me cumprir…

SeeUArround ... e afins ;-)

Fetiche



publicado por Pontog às 19:42
link do post | Dedos Marotos | ver comentários (1) | favorito

Lágrimas...

Tenho estado muito caladinha, pois.... Mentiria se dissesse que é devido à preocupação em alterar algumas coisas no blog. Claro que também tenho tido essa preocupação, mas isso não me impede de escrever …
Li, ontem, um post num blog onde gosto de cuscar (http://bizaazul.blogspot.com ) que me deixou a pensar… deixa sempre :)

Quem nunca chorou por um Amor? Quem nunca passou uma noite de insónia devido à ausência de alguém querido? Devido à saudade…
A saudade dói… eu sei!
No entanto, as lágrimas que deixamos correr podem marcar o final de um ciclo… e daí partirmos para o reencontro com nossa a essência. Não temos que obrigatoriamente ter um “amor” para nos encontrarmos. Para nos sentirmos em paz…
Eu sei que quando não estamos bem, a tendência é recordar os momentos felizes do passado… e chorar…
Eu sei que não é fácil, mas há que fazer o esforço.
No dia em que finalmente nos sentirmos bem connosco, sentiremos também com os outros, e novas portas se abrirão… ou as mesmas, quiçá.
Tudo tem um timing, temos que o saber reconhecer…
A vida é curta demais para nos prendermos em pensamentos negativos. Há que saber dar o tal murro na mesa e fazer pelo futuro… Não percamos tempo demais a chorar…

A memória manter-se-à… nós mudaremos, para melhor :)

Não vou desenvolver o tema… hoje, tal como tem vindo a acontecer, não estou de muitas palavras… mas a ideia ficou :)

(Tinha que o escrever… era longo demais para o deixar num comentário.)


Fiquem bem,
Tenham uma noite descansada e… não esqueçam, sejam felizes ;-)

Erótica

publicado por Pontog às 02:06
link do post | Dedos Marotos | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 1 de Junho de 2005

What a wonderful world


I see trees of green, red roses too
I see them bloom for me and you
and I think to myself, what a wonderful world

I see skies of blue and clouds of white
the bright blessed day, the dark sacred night
and I think to myself, what a wonderful world

the colors of the rainbow, so pretty in the sky
are also on the faces of people going by
I see friends shaking hands, saying, "how do you do?"
they're really saying, "I love you"

I hear babies cry, I watch them grow
they'll learn much more, than I'll never know
and I think to myself, what a wonderful world

yes, I think to myself, what a wonderful world


Hoje sinto-me assim...
Bem comigo... com o mundo... com a Vida.

Espero que convosco se passe o mesmo :-)



Fiquem bem

Erótica

(Já que não consigo colocar a musica... coloco a letra lol)

publicado por Pontog às 21:50
link do post | Dedos Marotos | favorito

.Mais sobre Nós

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28


.Posts recentes

. Regressei (acho..)

. Vem aí o Natal...! Ho!Ho!...

. Catálogo púbicus! (perdão...

. Voltei...

. To whom it may concern...

. Os sonsos...

. Dia do Egoísmo (Reposição...

. A história D'el feijão má...

. Feliz Aniversário, Kiinky...

. O primeiro beijo

.Preliminares

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.tags

. todas as tags

.Interesses Especificus

SAPO Blogs

.subscrever feeds