Sexta-feira, 5 de Agosto de 2005

Dança de Gelo



Encontro o teu olhar na escuridão possível de uma discoteca com direito a esplanada com vista para dentro da pista… é aí que te vejo, a dançar... fixo os olhos em ti, nos teus movimentos…sentes-te observada e começas a tentar ver de onde surge a sensação, de onde são os olhos que sentes em ti… Encontras-me …os olhares encontram-se e em vez de desviares o olhar, abrandas a dança, começas a abrandar o ritmo, mas de modo sensual…mais lento, lânguido, altamente provocador… e olhas na minha direcção enquanto o fazes…está calor e tu ajudas a aquecer ainda mais o ar…entre mim e ti… lentamente viras e reviras…mexes no cabelo e passas os dedos por onde queres que se centre a minha atenção…meus olhos são teus escravos… o cabelo é uma extensão da tua provocação e sedução…
Molhas o dedo no que bebes passas pelos lábios…dedo, húmido… língua…lábios.
Pescas uma pedra de gelo do copo e colocas na boca…sugas e deixas pingar no teu peito uma gota que ao cair sobre e tua pele quente, seca…a segunda gota…a gota, cai o mesmo sitio…e começa a escorregar pela tua pele…peito… gota, junto à humidade que já se encontra na tua pele forma rio…
Sinto-me entre a vontade de ir até ti, ou ficar e ver até onde mais vais…ou eu consigo ficar. O meu sangue fervilha em contraste com o gelo com que brincas…trincas e provocas… dois, nós dois podemos jogar esse jogo… Eu sinto-me a gota de suor, juntamente com o gelo que te percorre o corpo e treme de acordo com as sensações que por mim flúem… sinto-me com uma tesão que pulsa… desejo palpável…
O copo gelado que tenho na mão, com a minha bebida, não me acalma… olho para ele e tiro uma pedra de gelo…com um gole, coloco-a na boca… mostro-ta…capto a tua atenção, enquanto continuas o embalo e provocação ao som da música… mostro a pedra que me dança na língua e mostro-te o que faria se fosse um dos teus seios… respiro fundo e aperto a pedra entre os lábios… Tu fazes o mesmo, mas acompanhas com um dedo… suga-lo…
Passas as mãos pelo teu corpo… cabelo revolto, pescoço, peito, e olhas-me… sorris de modo provocador…e continuas ancas…parte interior das ancas… olhas-me nos olhos e mostras-te a pedra na boca… e engoles…
Deito o copo à boca e pesco a rodela de limão…na boca, mostro-te a mistura de sabores e de temperaturas…brinco com os sabores, a mistura e a língua…devolvo ao copo o gelo e sugo o limão…com a mistura feita na minha boca… sorris…moves-te …na minha direcção, aproximas-te…chegas ao pé de mim inclinas-te….passas a língua nos meu lábios de exploras a minha língua… afastas-te e dizes:
- Até amanhã, Amor… – sorris maliciosa mais provocante que nunca… endireitas-te e sais… eu?...bom eu terei de esperar mais um pouco até me conseguir levantar…


SeeUArround e afins... ;)



publicado por Pontog às 22:21
link do post | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.Mais sobre Nós

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28


.Posts recentes

. Regressei (acho..)

. Vem aí o Natal...! Ho!Ho!...

. Catálogo púbicus! (perdão...

. Voltei...

. To whom it may concern...

. Os sonsos...

. Dia do Egoísmo (Reposição...

. A história D'el feijão má...

. Feliz Aniversário, Kiinky...

. O primeiro beijo

.Preliminares

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.tags

. todas as tags

.Interesses Especificus

SAPO Blogs

.subscrever feeds