.....

Terça-feira, 13 de Dezembro de 2005

Rebentar de águas ; -)

Fui testemunha de uma curiosa sensação, somente para a pessoa foi surpresa do bem estar…de compleitude que lhe deu…que, se se aplica aquela situação do escrever um livro, plantar árvore e ter o filho….digamos que a pessoa em questão está realizada nestes aspectos por umas quantas vidas.
Vi um rebentar de águas… como a água renova, faz nascer…e alimenta o verde. A esperança de se espelha nos olhos…cor de ervilha, de horta vitamínica.
Um despertar de capacidades evidenciadas que precisavam de um acreditar, interior.
Como aconteceu, não sei…aconteceu.
Começos, turras, recomeços. Uma certeza: o querer.
Um capitulo de livros de peças…labirintos de linhas rectas, com eventuais e esporádicas consultas oftalmológicas.
Precisar, ter. Querer. Estar. Presenciar.
Receios vencidos, novos caminhos (des) conhecidos. Passo a passo, estrada a estrada…água a água…mata sede interior, que extravasa e salpica todos em redor… não consegues banhar-te na felicidade, no gozo da descoberta, sem que caiam umas quantas gotas em quem gosta de te ver brincar na água…
Já viram…? Eu vi…
Tenho sido privilegiada, nesse aspecto. É magnifico…
Faz lembrar aquela história do patinho…mas com uma diferença: este ser, sempre foi cisne… (por vezes duvidava…)
É quente este ser, que aquece e de modo carinhoso toca com as suas asas, outras vidas… renova as suas penas, que passam a ser molhadas num tinteiro, chamado vida e se diluem numa página…que fazem parte de peças, capítulos sem as quais o livro…a sua grande obra de arte não seria tão dele (ser), quanto é.
Este ser tem um tempo, o seu…ao ouvi-lo….ao ouvir-se e ao respeitar-se vai sendo a pilha que recarrega e não faz falhar o seu pacemaker…ou melhor, peacemaker. (quando falha, ofereço um calduço).
Gosto do seu sentir. Contrario a sua lógica. Preocupo-me com o seu estar…estado de sítio, por vezes…estado de coisas…Compreendo as suas dúvidas. Sorrio com a sua felicidade. Hoje estou feliz, pela felicidade alheia.
E isto tudo…é recíproco.
Passo a passo, caminhando, receio vencido…conquista de ser merecido. Assim se vai encontrando…e caminhando.

Aguarda-se o nascimento….ele há coisas….que me deixam feliz. E orgulhosa….conseguiste, miúda. ;)

(Entretanto vou ali comprar os charutos, para distribuir…e assaltar a máquina das gomas). Hoje é dia de celebração… não sei ainda qual o primeiro nome do petiz, -penso que é Grito – mas o segundo é Esperança…). : ))


SeeUArround e afins... :p


publicado por Pontog às 12:24
link do post | Dedos Marotos | favorito
|

..

Imagem(037).jpg

.Mais sobre Nós

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28


.Posts recentes

. Regressei (acho..)

. Vem aí o Natal...! Ho!Ho!...

. Catálogo púbicus! (perdão...

. Voltei...

. To whom it may concern...

. Os sonsos...

. Dia do Egoísmo (Reposição...

. A história D'el feijão má...

. Feliz Aniversário, Kiinky...

. O primeiro beijo

.Preliminares

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.tags

. todas as tags

..

eXTReMe Tracker

.Interesses Especificus

SAPO Blogs

.subscrever feeds