.....

Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2005

Vruum...Gelo...Vrummm ( não rum)



As minhas antenas estavam sintonizadas para kilómetros de distância… Deixo-as sintonizar, captar, penso que faz tempo as deixei livres de captar, são livres de sentir… nunca lhes impus nada… tento baixar-lhes o som das captações quando nada posso fazer….mando os recados, o que capto depois de filtrar e renovo em positivismo. Por vezes é grato, outras um pouco inquietante…Desde que me lembro que é assim…Mas não com quem quero…elas escolhem quem sintonizam…aprendi a respeitá-las nesse sentido. Acabam por escolher boas pessoas para sintonizar e trazer para perto de mim sentires, da pessoa….mesmo que essa pessoa não admita. Calculo que para quem é presenteado com a sintonia por vezes não ache piada nenhuma…pois acaba por andar sempre um pouco despido. Não que eu imponha o strip que vejo, que as antenas me fazem chegar…
Mas sim, calculo, porque já vi estampado na cara um não-entendimento como é possível ser possível…entenderam? Mas não é imposição…acabam por sorrir e confessam-me que assim é sinal que estão sempre acompanhados…é verdade, nessas alturas sou encosto….ehehehe.
Gosto das escolhas das minhas antenas, mesmo que não goste por vezes o que elas captam. Mas a possibilidade que elas cedem é que eu esteja mais próxima da pessoa do que ela imagina, estou lá… com ela.
Ontem foi assim….tem sido assim, gosto que assim seja… (Aquela do: eu não faço a mínima o que ela está sentir, não a posso dizer…não quando assim é…)
Tive de sair… circular… estar, não estava… ao fazer o movimento, parecia estar mais próximo…não estava estática… não havia a do, estou aqui sossegada, não podia ficar.
Tentei. Sai para a rua… somente eu as estrelas, o escuro…um frio de rachar…a estrada… os faróis…
Passa o tempo, sintonia contínua… mostro que estou. Porque eu sei que estou, agora a necessidade de saberem que estou também sei…também aprendi que é assim, que há esse querer alheio…de quem é sentido. É importante que saiba que estou, mesmo fazendo caretas…
O telefone toca, mal é pousado…nos sinais…
Olho…pisca…. Pisca… Atendo. Sabendo que não será longo…
“Estás onde?…”-
Sei lá, a kilómetros de distância…-É o que penso… o que respondo? – Não estou.
-Estamos aqui blá blá blá… não vens cá ter? Vá lá só um bocadinho…blá blá blá…
-Não.
-Passas por cá e levas aquilo que me pediste e precisas, então…- percebi nitidamente a jogada, que só jogo se quiser…
Bah, passo, mas não fico, vou somente buscar o que preciso.
Chego.
Boa noite...então, cadê? - não me podem dizer que não vou directa ao assunto…nada que não saibam, já…
-Então senta-te e tal e coisa…. Sim?
-Não.
-Então vou buscar aquilo ao carro, se não queres mesmo nada… - cara de contrariedade pura.
-Então nada…que digo boa noite a quem fica e saio contigo que assim sigo logo…
- Dasss, que mau humor!
-Não….de humor, agora bom ou mau depende das pessoas – sorrio e saio…não olho para trás…
A caminho do carro…
Então não ficas porquê?
-Se eu disser porque não, acabas com o assunto, dás-me o que preciso e não me chateias mais?
(fungou e abanou a cabeça….)
chaga outra alguém…feminino…
-Então, por aqui? -(sorriso de enjoada…)
-Não. Sou um holograma…
(alguém sorri na sombra do seu porta bagagens… vejo as costas…que não enganam e o som que parece o mutley, em sorrisos engasgados e abafados…)
chega outro alguém feminino que tem de ficar a fechar o carro sempre que este colchão de silicone flutuante crava boleias e se lembra de boiar nas ruas…
-Então miúda, estás bem? - Abre o sorriso.
-Quando receber a tua prenda do Natal vou ficar melhor. - Respondo e pisco o olho…- Aproveito e acrescento para a delivery person: - Então demora muito…?
No mesmo momento é-me entregue o que passei para pegar…
- Ai o que é? – cusca… que está ao seu lado vê o “acidente acontecer”
-Algo que não vais saber o que é.-Esclareço eu. – tou no ir…-avanço de seguida para uns boas noites…
O colchão de água devia estar calado, mas não…arranjam sempre maneiras de achar que devem chiar…
- ai a tua amiga não gosta de mim…-diz ela ofendida e com queixume…palavra que a vi fazer beicinho, perdão, beiçola!
Alguém tenta amenizar dizendo que não é bem assim e que até sou boa pessoa…
Levanto a mão para findar a conversa, olho e digo: -Contra factos não há argumentos: não gosto.
Nisto aproxima-se um carro que nem vi de onde…apesar desta conversa, os ânimos estavam serenos…ninguém viu o peão e quem o fez, não viu as condições climatéricas ou do veículo… o gajo queria impressionar a sua gaja…mas ia acabar por embater na rapariga do sorriso doce…
Não pensei, ela não viu e soltaram-se os instintos…
Parecia um filme a alta velocidade que eu vi em câmera lenta, mas que o vivi a diferentes velocidades…puxei-a… o carro nessa altura vinha de lado já a tentar parar ao máximo… acabei por ficar no lugar dela…mas salto mais…tive sorte afinal de contas, o carro só me bateu de lado… experimentei um capot…
E penso que o gajo, quando quiser impressionar a sua gaja, não vai fazer aquele tipo de peões…basta despir-se e sair à rua assim, em pelota naquele frio…
Reacções rápidas e …contabilizados os estragos…alguém doce ficou com um buraquinho na meia…eu fiquei com umas nódoas piiiquenas…mas acabei a noite on the rock’s…de gelo…já com o frio que estava… acabei por receber o curativo pela própria aragem que corria….mas as antenas, essas… continuavam a kilómetros de distância…

(estou bem… nada que uma pomadita não cure e um gelo…)


SeeUArround e afins... ;)

publicado por Pontog às 14:38
link do post | Dedos Marotos | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 23 de Dezembro de 2005 às 17:38
Feliz Natal a todas.Wrong Way
</a>
(mailto:umdiamais@hotmail.com)


De Anónimo a 23 de Dezembro de 2005 às 13:14
Ora viva Cara Fetiche... Passei por aqui para lhe desejar Boas Festas e acima de tudo, melhores que as minhas. Para mim, o Natal é sempre mau pois tenho que comer bacalhau. Não é por não gostar, mas porque raio tenho que comê-lo cozido se afinal há 1001 maneiras de o cozinhar?! Depois tenho que levar com as broas e a bela das filhós, o arroz doce da minha tia e o pão-de-ló das minhas avós. Detesto lampreia de ovos e odeio rabanadas, mas até gosto de bolo rei por causa das frutas cristalizadas. Antes de começar a refeição fazemos uma oração, mas como não sei rezar limito-me a mexer a boca para acompanhar. Por mais que tente escapar não há mesmo volta a dar, sou eu que acendo a lareira e ponho a lenha a queimar. Já cá faltavam as meias da Sport com as raquetes a condizer, são sempre as piores prendas que me podem oferecer. Depois há os Old Spice e os perfumes da Adidas, que recebo todos os anos das minhas tias queridas. Mais uns pares de cuecas azuis para estrear no ano novo, porque as minhas avós fazem questão de manter esta tradição. A minha mãe desilude-me com as suas gravatas aos quadradinhos, e a minha madrinha para condizer, oferece-me camisas com quadrados nos colarinhos. Por mais que não goste, tenho que estar presente... Mas todos os anos o meu Natal é sempre deprimente. Cara Fetiche, espero que o seu Natal seja bem melhor do que o meu, Boas Festas! Sabe, gosto do que leio de si como é habitual sempre que venho aqui. Um abraço... SHAKERMAKERshakermaker.blogs.sapo.pt
(http://shakermaker.blogs.sapo.pt)
(mailto:honkytonkwomen@sapo.pt)


Dedos Marotos

..

Imagem(037).jpg

.Mais sobre Nós

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28


.Posts recentes

. Regressei (acho..)

. Vem aí o Natal...! Ho!Ho!...

. Catálogo púbicus! (perdão...

. Voltei...

. To whom it may concern...

. Os sonsos...

. Dia do Egoísmo (Reposição...

. A história D'el feijão má...

. Feliz Aniversário, Kiinky...

. O primeiro beijo

.Preliminares

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.tags

. todas as tags

..

eXTReMe Tracker

.Interesses Especificus

SAPO Blogs

.subscrever feeds