.....

Sexta-feira, 20 de Maio de 2005

......Ponto... a ponto... a ponto....


Puxei a camisa a brincar com ele...
Sorriu, mas nada disse...
Sentei-me ao colo e esfreguei-me contra o teu sexo...
Precisava sentir-te...
Sorriste como se nem percebesses que te estava a excitar...Deixaste descer as mãos pela tua barriga...
Mas queria sentir mais...O teu calor contra o meu calor...
Saborear-te não chegava, queria mais...Muito mais...
Brinquei com os botões... Uma a um...Passei as mãos em cada botão...Não os abri...
Continuaste a sorrir...Dando-me permissão para continuar...
Aproximei a boca da tua, não te beijei...Queria sentir o teu hálito...
A língua resolveu que queria estar na humidade da tua boca, mas passeou pelos teus lábios...Nem imagino se chegou a gemer...
Sentir-te ali...Nem tinhas para onde fugir...Nem querias...
Abri botão a botão...Nem sei se os abri todos, a mão deslizou até ao teu sexo...
Duro, estavas duro...
Mas não deixavas de sorrir...Um sorriso em forma de gemido...
Segurei o teu sexo entre as minhas mãos, acariciei-o...Lentamente...
A língua queria saborear-te...Lamber-te, sugar-te...
Coloquei-te na minha boca...Estremeceste...
Lambi-te até que a humidade estivesse ali no teu sexo...Como estava no interior da minha boca...
Empurrei-te...Queria olhar para os teus olhos...Soltei-te...Um queixume escapou aos teus lábios...
Olhaste para mim, olhei para ti...O desejo estava ali, vivo quente e palpitante como tu...
Querias ser sugado, querias ser levado até a um lugar que sabias que existia...
Mas que só tinhas conhecido de longe...
Segurei-o desta vez entre as mãos e fiz pequenas massagens...Estudadas, planeadas, como se fosse um gelado que sabia que ia acabar por desfalecer na minha boca...
A minha língua ansiava por te explorar, como se eu fosse ali a explorador de uma zona que mais ninguém quis conhecer...
Nada ficaria por ser sugado, nada...
Coloquei-te na boca e mordisquei-te com carinho, com luxúria...
Voltaste a estremecer...
Os teus testículos pediam-me: Mexe-me...Toca-me...Faz-me sentir...
Sedento...Tão sedento de sentir...
Era ali o teu oásis...Tu o sedento...
Enquanto te sugava...E não parei de sugar queria sentir-te de tal forma...Que estava a apoderar-me de ti...
O teu sabor já fazia parte do interior da minha boca...
A minha língua caminhou em passos lentos para os teus testículos...Chamei-lhe bolinhas do paraíso...esfreguei a boca contra o paraíso...E gemias...Gemias...Querias que continuasse...Que te mostrasse...Um lugar onde gostavas de ir...
Mas que demorava uma eternidade para chegar...E um só segundo para te dar prazer...
Suga-me...Pediste...Toma-me...
Puxaste a minha cabeça para o teu sexo, querias mais...
Será que ele não esperava que estar na minha boca seria algo tão arrebatador?
A respiração aumentava, como se tivesse dificuldade em respirar...
Um gemido, um dos que nasce no fundo do ser...Abraçou-me...
Deixei de alisar a pele enrugada dos nossos bolos do paraíso e passei a sugar-te o sexo avidamente...
A intensidade do desejo disparou....Disparavas desejo...destilavas desejo...
Levei uma mão a passear por as nossas bolas...Queria fazer-te sentir...
Acariciando tudo o que encontrava...
Soltei-te...Reclamaste...
Queria a tua boca...
Sabia que estavas prestes a explodir...Que tinha que prolongar o teu momento...
Puxavas-me a pedir-me a reclamar a união...
O teu calor tornou-se imenso, os gemidos aumentavam...Estavas a ser torturado pelo prazer...
Sussurravas palavras sem nexo...Não queria saber...Aquele era teu momento...
Ia prolongar-te o desejo até sentires que o lugar que te negavam existia para te dar prazer...
As minhas mãos, passearm pelo cabelo como se fosse eu que não tivesse pressa de chegar....Quero que sintas...
Murmurei, mas já não ouvia...
Querias a penetração ou a boca...
Os gemidos esses passaram a dançar entre a tua vontade de satisfação e a minha de te prolongar o momento...
Ofegante estavas ofegante...
Lentamente muito lentamente como se fosse uma peça ensaiada aproximei-me da tua boca...
O teu sabor e o meu...Juntos no mesmo espaço...
Senti-te as nádegas, sentei-me em cima de ti...Novamente lentamente...
Os gemidos esses tornaram a aumentar...
Inclinei as ancas e senti-te...Duro, hasteado...Pronto a entrar no meu calor...
Puxaste-me e só um gemido se uniu no ar, quando entraste em mim...
O teu clímax não tardaria a ser atingido...Mas não era isso que queria...
Já te mexias contra mim com sofreguidão...
Já só pensavas em clímax...
Gemias e estremecias...
Enlacei as pernas em ti...E mexi-me contra ti...
Só uma vez...Só uma...
Disse-te ao ouvido, enquanto te passava a língua: Deixa-me sugar-te novamente...
Não querias parar...Gemias...Não agora...Não querias parar...
Tentavas entre gemidos explicar-me que não podias parar...
Nem paravas de ondular, eras agora um oceano descontrolado, sem margens...
O clímax estava a chegar...
Coloquei as mãos nas tuas pernas e ergui-me...
Não assim...Queria o teu clímax...Mas que fosse até perto de um abismo donde nunca mais quererias regressar...
Tentaste impedir-me...Mas sosseguei-te, fiz-te uma festinha no cabelo, como a pedir-te paciência...
Mostrei que ia só ajoelhar-me, não para rezar uma prece...Mas para te levar até a um local novo...Conhecido, mas ainda por conhecer...
O teu estremecimento era o meu também...
Estremecíamos com tanto que se soltava dos nossos poros, da nossa essência...
Mas foi quando te segurei que o teu corpo pareceu apagar-se e acender-se...
Numa miríade de cores que clamavam por mais...
Pulsante...Tinhas o coração a bater no teu membro...Ia estar a sugar o teu coração, a sugar-te a vida e dar-te novo alento...
Ias morrer e ressuscitar...Uma vida nova...
Ia deixar-te morrer, só para te trazer de novo à vida....E a tua morte ia ser doce...Morto de desejo...E desperto pela explosão...Ias explodir para mim e em mim...
êxtase...Seria este a trazer-te de volta...
A minha boca conhecia-te desde sempre, mesmo que eu só te conhecesse recentemente, a minha boca reconhecia cada sabor, como se fosse um sabor nosso...
Rouco...O teu gemido era agora rouco...
Passei a língua por o teu membro, como se fosses um dos gelados que sei que vão derreter-se contra o calor da minha língua...
Com os lábios abertos encostava-os a ti, ao teu sexo e fechava-os até sentir o teu sangue a palpitar...
Agora já sabias que havia outro ritmo...Já entendias que só te estava a fazer dar os primeiros passos no sentir com intensidade e tentavas prolongar o teu prazer...
Os gemidos pareciam uma sinfonia de sensações....Nunca levadas a um extremo...
Quando pensaste que não podias aguentar mais...Suguei-te até te tirar o que tinhas deixado adormecer...



Bons Orgasmos....


publicado por Pontog às 18:55
link do post | Dedos Marotos | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 22 de Maio de 2005 às 20:58
Huiii vai lá vai... refrescando-me por aqui. fiquem bem beijoMiss Lust
(http://missluxuria.blogs.sapo.pt)
(mailto:lust2@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Maio de 2005 às 00:13
Bem,fiquei completamente pregado com os olhos no ecran a ler esta descrição de um momento de sexo tão intenso,tão bem escrito de uma forma sensual sem ser pornográfico,e tão cheio de erotismo.
Quem não gostaria de estar numa situaçõa dessas e de viver um momento desses?
Bom domingo,de preferência com muito orgasmos.Art Of Love
(http://bizaazul.blogspot.com)
(mailto:bizaazul@iol.pt)


Dedos Marotos

..

Imagem(037).jpg

.Mais sobre Nós

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28


.Posts recentes

. Regressei (acho..)

. Vem aí o Natal...! Ho!Ho!...

. Catálogo púbicus! (perdão...

. Voltei...

. To whom it may concern...

. Os sonsos...

. Dia do Egoísmo (Reposição...

. A história D'el feijão má...

. Feliz Aniversário, Kiinky...

. O primeiro beijo

.Preliminares

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.tags

. todas as tags

..

eXTReMe Tracker

.Interesses Especificus

SAPO Blogs

.subscrever feeds