.....

Segunda-feira, 11 de Julho de 2005

98% de Loucura...

Teria sido um dia de verão como tantos outros não fossem aqueles olhos lindos, esverdeados que me observavam. Fixei-os como que hipnotizada, o mesmo acontecendo contigo. Tudo o que nos rodeava deixara de existir. Olhos nos olhos sentindo que pertencíamos um ao outro. Nunca nos havíamos visto, contudo, sabíamos ser aquele o nosso lugar. Naquele momento nada mais queríamos…
Desviei o olhar, confusa… pensei afastar-me. Tinha que o fazer… Não resisti a lançar-te um ultimo olhar antes de continuar o meu caminho. Continuavas no mesmo lugar, o teu olhar suplicando: Não vás! Hesitei e não resisti a ficar. Sorrindo, dei-te a mão, puxei-te para mim. Afinal era esse o meu desejo. Sentir-te!
Envolveste-me nos teus braços num gesto meigo, no entanto, carregado de desejo. Os teus dedos acariciando-me os cabelos e, sem desviar o olhar aproximaste o teu rosto do meu. Fixei os teus lábios ansiando pelo momento em que os sentiria nos meus… mas ao mesmo tempo assustada pelas reacções que me provocavas. Sentiste que me retraí e, pegando-me ao colo, encaminhaste-te para o local onde tinhas a toalha, bem junto ás dunas. Com o mesmo cuidado de quem pousa um objecto precioso, deitaste-me. As tuas mãos moviam-se no meu corpo despertando em mim o desejo… acariciava-te… as bocas unidas num beijo sôfrego… suguei-te a língua… mordisquei-te a orelha sugando-lhe suavemente o lóbulo. Estavas louco, estávamos loucos. Os nossos corpos pedindo mais… senti as tuas mãos nas minhas costas desfazendo o nó do minúsculo bikini. Despiste-me. Os teus lábios percorrendo o meu corpo em suaves toques… estremeci. Sentia-me percorrida por ondas de prazer, o meu corpo movendo-se de encontro a ti. Mesmo inconscientemente meus dedos deslizavam nos teus cabelos, exercendo leve pressão encaminhando-te. Queria sentir a tua língua no meu sexo… Em paralelo sentia o teu prazer, a tua excitação. Controlei-me de forma a não deixar o orgasmo chegar. Queria que o atingíssemos juntos. Com voz rouca de desejo, pedi-te que me penetrasses. Cedeste ao meu desejo… que também era o teu. De joelhos virado para mim, puxaste-me de encontro a ti fazendo-me sentar no teu colo, as pernas entrecruzadas nas tuas costas e, ali, entre beijos e carícias, possuímo-nos. Sentia o teu membro, rijo, penetrando-me. Entregues ao desejo gemíamos, ofegantes, movendo-nos num ritmo louco. Nada mais existia para além de nós… para além do prazer. Éramos um só… e numa explosão de sensações, sentimo-nos projectados para outra dimensão. Foi a entrega total.
Ficámos abraçados por longos minutos. Beijando-me murmuraste: Adoro-te! Adoro mimar-te, adoro beijar-te, abraçar-te… adoro sentir o meu corpo no teu. Adoro estes momentos de loucura.
Regressámos à realidade e seguimos caminhos diferentes. No olhar, a promessa de um reencontro.

Até breve

Fiquem bem e... não esqueçam, sejam felizes ;)

Erotica

publicado por Pontog às 21:54
link do post | Dedos Marotos | favorito
|

..

Imagem(037).jpg

.Mais sobre Nós

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28


.Posts recentes

. Regressei (acho..)

. Vem aí o Natal...! Ho!Ho!...

. Catálogo púbicus! (perdão...

. Voltei...

. To whom it may concern...

. Os sonsos...

. Dia do Egoísmo (Reposição...

. A história D'el feijão má...

. Feliz Aniversário, Kiinky...

. O primeiro beijo

.Preliminares

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.tags

. todas as tags

..

eXTReMe Tracker

.Interesses Especificus

SAPO Blogs

.subscrever feeds